Florianópolis, 31 de Maio de 2020.
Fecomac SC Fecomac SC
Notícias
17/06/2013 - Serviços importados são taxados em até 51% no Brasil

Responsáveis por quase um quarto dos gastos da indústria brasileira, os serviços importados sentem o peso da carga tributária. Segundo levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI), a cada vez em que contrata consultores estrangeiros ou requisita suporte técnico para máquinas e equipamentos, a indústria paga de 41,08% a 51,26% em tributos.

Para a entidade, esse nível de impostos e contribuições prejudica a competitividade da indústria nacional, à medida que aumenta custos, encarece o produto final e, muitas vezes, impede o acesso a novas tecnologias. "Toda e qualquer empresa em ramo tecnológico mais sofisticado precisa importar serviços. Se o Brasil quer indústria mais avançada, precisa reduzir os impostos sobre os serviços", diz o diretor de Políticas e Estratégia da CNI, José Augusto Fernandes.

De acordo com o diretor da CNI, a carga tributária sobre a compra de serviços no exterior afeta principalmente dois tipos de empresas. O primeiro são as indústrias que desenvolvem produtos associados à prestação de serviços, como máquinas e aviões. A tributação aumenta as despesas com a manutenção desses bens, que costuma ser terceirizada no exterior.

Atualmente, seis tributos são cobrados na compra de serviços no exterior: Imposto de Renda retido na Fonte (IRRF); Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), cobrada sobre remessas ao exterior; Programa de Integração Social (PIS); Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins); Imposto sobre Operação Financeira (IOF), cobrado nas operações de câmbio, e Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN).

De acordo com o diretor da CNI, a entidade propôs uma reformulação na tributação de serviços. Uma das medidas é a eliminação do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) cobrado nas conversões de moedas ao pagar serviços no exterior. Os industriais também querem que a Cide, o PIS e a Cofins incidam apenas sobre o valor efetivamente remetido ao exterior. Hoje, segundo a confederação, as contribuições são calculadas sobre o valor total do serviço, que tem outros impostos embutidos.

A importação de serviços que envolvem transferência de tecnologia representa outro gargalo. Pela legislação, esses serviços pagam impostos mais altos porque envolvem royalties (direitos de uso) adquiridos no exterior. No entanto, diz Fernandes, a Receita Federal não tem feito essa distinção e tem tributado todas as compras de serviços como se houvesse transferência tecnológica. "As compras sem royalties requerem outro tratamento tributário. Acordos internacionais estão sendo desrespeitados", reclama.

O presidente da CNI, Robson Andrade, entregou as propostas da CNI ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, em reunião na semana passada. Segundo o ministério, a equipe econômica está analisando as reivindicações, mas não tem previsão de dar uma resposta sobre o assunto. Agência Brasil

Últimas Notícias
25/05 - Micro e pequenas empresas vão poder adiar pagamento do Simples Nacional
25/05 - Empresários podem reaver quantias pagas a mais com ICMS, PIS e Cofins
25/05 - Confira pagamentos e tributos adiados ou suspensos durante pandemia
13/05 - Ministério da Economia prorroga prazo de parcelas da Receita e Procuradoria-Geral da Fazenda
07/05 - Empresas poderão suspender pagamento de parcelas ao FGTS
02/04 - Portaria do Governo do Estado libera obras privadas de construção civil
30/03 - Coronavírus em SC: Governador prorroga restrição de convívio social por mais sete dias
23/03 - Receita Federal suspende prazos e estuda limite do imposto de renda até 31 de maio
23/03 - BNDES lança medidas especiais para reforçar caixa de empresas e apoiar trabalhadores que enfrentam efeitos do coronavírus
20/03 - Coronavírus em SC: Governo anuncia pacote econômico para minimizar impactos da pandemia
13/03 - Fecomac SC e Acomac Joinville empossam novos presidentes para Gestão 2020/2021
04/03 - Vinicio Bortolatto de Navegantes será empossado como presidente da Fecomac SC
03/03 - Conheça o SELO da Industria Parceira
16/09 - Reunião FECOMC SC
16/09 - 23ª Edição do Prêmio Anamaco
16/09 - Reunião Anamaco
23/06 - Fecomac já tirou o amianto da prateleira, diz Steil
03/12 - Acomac Litoral encerra atividades do ano com o lançamento de um Informativo impresso
05/11 - Boletim de Notícias Anamaco, confira...
30/10 - Vendas de material de construção crescem 3,2% em outubro
30/10 - Anamaco tem eleições e novo Conselho Deliberativo é empossado no Ecomac Bahia
28/10 - Confiança da Construção apresenta evolução favorável no trimestre
23/10 - Boletim de Notícias Anamaco, confira...
16/10 - Convocação Reunião Fecomac SC em Criciúma
16/10 - Mudança no convênio "João-de-Barro" e nova versão do simulador disponível para download!
16/10 - Boletim de Notícias Anamaco, confira...
11/10 - Atenção - REABERTURA DO PRAZO PARA ADESÃO DO PARCELAMENTO ESPECIAL CRIADO PELA LEI Nº 11.941/2009 – “REFIS DA CRISE”
08/10 - Boletim de Notícias Anamaco, confira...
30/09 - Fecomac SC elege e empossa novo presidente
30/09 - Varejo de material de construção deve faturar R$ 119 bilhões em 2013 segundo IBOPE
25/09 - Boletim de notícias da Anamaco, confira...
23/09 - Fecomac SC convoca associados para eleição da nova diretoria biênio 2014/2015
17/09 - Acomac Litoral SC e Iveco Caminhões firmam convênio
12/09 - Alterações no convênio "João-de-Barro"- nova tabela e novo simulador!
06/09 - Custo da construção civil em agosto apresenta variação de 0,03% em SC
05/09 - Comissão geral vai discutir a terceirização
04/09 - Vendas de material de construção retraem 1,5% em agosto
29/08 - Audiência Pública em Florianópolis discutirá alterações no Simples Nacional
27/08 - Aplicativo vai apoiar fiscalização do regime de Substituição Tributária
20/08 - Instituto de Pesquisas da Universidade Anamaco informa:
19/08 - ANAMACO ALERTA: Fique atento e venda apenas produtos qualificados
14/08 - ELEIÇÕES ACOMAC JOINVILLE
12/08 - Vendas de material de construção crescem 11% em julho
12/08 - Projeção da inflação cai para 5,74% este ano, diz BC
12/08 - Estimativa de expansão do PIB é reduzida para 2,21%
06/08 - Fazenda cria sistema para fiscalizar setor varejista
05/08 - Vendas de material de construção crescem 11% em julho
30/07 - ANAMACO ALERTA: Fique atento aos produtos não qualificados!
25/07 - Comunicado: Fecomac SC vai reunir diretoria em São Paulo, no dia 13 de agosto
24/07 - EDITAL DE CONVOCAÇÃO - ASSEMBLÉIA GERAL DA ANAMACO
Receba Novidades
 
Nome:
E-mail:
Fecomac SC

Federação das Associações dos
Comerciantes de Materiais de
Construção de Santa Catarina
Fecomac SC
©Copyright - 2020 - Todos os Direitos Reservados - Desenvolvido por Guiafixas